Saltar para o conteúdo principal

DECO - Balanço das principais reclamações

Balanço das principais reclamações na DECO

No início de cada ano a DECO (Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor) faz o balanço das principais reclamações que chegaram por parte dos consumidores. Segundo a informação deste gabinete, em 2016, quase 460 mil portugueses procuraram os serviços da DECO, tendo sido estes os setores mais reclamados: 

- Em primeiro lugar o Setor das Telecomunicações com 45.515 reclamações (situações que se prendem com os prazos de fidelização e refidelização);

- Em segundo lugar o Setor da Energia e Água com 27.708 reclamações (destacam-se as dificuldades sentidas pelos consumidores no âmbito da faturação, seja por falta de envio da mesma, dupla faturação ou cobrança de consumos prescritos. Sendo que, a mudança de comercializador de energia gerou igualmente milhares de reclamações dos consumidores vítimas de práticas comerciais desleais.);

- Seguindo-se o Setor da Compra e Venda com 27.430 reclamações (os problemas mais reclamados deveram-se essencialmente à crescente utilização do comércio eletrónico e neste âmbito verificou-se que a maioria das situações de incumprimento estavam relacionadas com a falta ou atraso na entrega dos produtos, a recusa de cancelamento da compra no prazo de reflexão e a falta de reembolso em caso de desistência da compra.);

- E por último o Setor dos Serviços Financeiros com 26.451 reclamações.

Tais situações vão continuar a merecer a atenção e o acompanhamento da DECO. O atendimento em Coruche é gratuito, em função do protocolo celebrado com a Câmara Municipal de Coruche, sendo realizado na primeira terça-feira de cada mês, nas instalações municipais do Rossio, com marcação prévia através do 243 660 047 ou accao.social

 

 

voltar ao topo