Saltar para o conteúdo principal

INOVMilho - Centro Nacional de Competências da Cultura do Milho e Sorgo em Coruche

A assinatura do protocolo de constituição e funcionamento do InovMilho, novo Centro Nacional de Competências das Culturas do Milho e Sorgo realizou-se hoje, dia 28 de setembro, na Estação Experimental António Teixeira, numa parceria entre a ANPROMIS (Associação Nacional de Produtores de Milho e Sorgo), o INIAV I.P. (Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária) e a Câmara Municipal de Coruche, com a presença do Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Luís Capoulas Santos.

Este será um novo espaço de investigação, de pesquisa, que irá unir todos os atores desta fileira numa estratégia  comum de produção de conhecimento aplicado a estas duas culturas em particular. O objetivo do InovMilho é a “elaboração de uma agenda de investigação para as culturas do milho e sorgo que sirva de orientação às políticas públicas e a promoção da competitividade desta fileira através do uso racional e mais eficiente dos fatores de produção.(...)O InovMilho contribuirá também para a avaliação dos parâmetros qualitativos e de rendimento industrial do milho nacional e apoiará os agricultores na seleção de variedades mais aptas à alimentação do efetivo leiteiro nacional. O Centro dará ainda o seu contributo ao incentivo de novas utilizações do milho e sorgo, nomeadamente na área da alimentação humana e na produção de materiais biodegradáveis. “

Ainda, cerca de 35 entidades parceiras, entre Universidades, Institutos Politécnicos, Associações ligadas à fileira da produção e transformação do milho e do sorgo, irão colaborar com massa crítica em diversas iniciativas previstas nos objetivos concretos deste projeto.

A cultura do milho ocupa no país uma área de cerca de 130 mil hectares e Coruche é o quarto concelho com maior área de cultivo de milho, ultrapassando os 4000 ha.

A assinatura deste protocolo decorreu no âmbito de um Dia de Campo organizado pela ANPROMIS, onde decorre já o projeto de investigação aplicada Sanimilho, numa parceria com várias empresas que apresentaram no local a evolução dos ensaios já instalados. 

Note-se que este é o segundo centro de competências localizado no concelho, dado que  o Centro de Competências do Sobreiro e da Cortiça criado em 2014 tem sede no Observatório do Sobreiro e da Cortiça em Coruche.

voltar ao topo