Imprimir esta página

Projetos Cofinanciados pela UE

Projetos Financiados pela União Europeia

Designação do projeto |Requalificação do Ambiente Urbano do Centro Histórico de Coruche
Código do projeto |ALT20-04-2316-FEDER-000036
Objetivo principal |Proteger o ambiente e promover a eficiência dos recursos
Região de intervenção |Região do Alentejo
Entidade beneficiária |Município de Coruche
Data da aprovação|01-08-2017
Data de início|01-07-2017
Data de conclusão|31-12-2019
Custo total elegível|1 708 406,42 €
Apoio financeiro da União Europeia|1 452 145,46 €
Objetivos, atividades e resultados esperados | - Redesenho do espaço público, rodoviário e pedonal (percursos/estadia, áreas de lazer passivo e ativo); - Criação de um conjunto de espaços interligados com diferentes vocações, capacidades de carga e tempos de apreensão e utilização - quotidiano (funcional, direto) e turístico (lúdico), vocacionados a atrair diferentes tipos de público; - Promoção dos significados reconhecíveis nos locais e simultaneamente criar novos elementos de diferenciação do espaço; - Criação ou identificação de espaços que possam ser vocacionados para a realização de eventos de índole cultural ao longo do percurso, atendendo à natureza residencial que o caracteriza; - Enfoque especial a sítios adequados à instalação de arte pública, destinados a reforçar simbolicamente as vocações atribuídas aos diversos espaços e definidas as características temáticas a assumir por cada obra; - Garantir condições técnicas para uma mobilidade universal; - reabilitar e recuperar o núcleo urbano da Vila, dada a sua importância na perpetuação da memória e identidade de Coruche, bem como no papel que desempenha no desenvolvimento sustentado do tecido urbano, redesenhando-o e adaptando-o a novas funcionalidades e noções de conforto necessárias à produção das novas dinâmicas quotidianas.

 


 

Designação do projeto |Requalificação da Margem Esquerda do Rio Sorraia
Código do projeto| ALT20-08-2114-FEDER-000151
Objetivo principal|Proteger o ambiente e promover a eficiência dos recursos
Região de intervenção|Região do Alentejo
Entidade beneficiária|Município de Coruche
Data da aprovação|21-02-2018
Data de início|01-10-2018
Data de conclusão|31-03-2020
Custo total elegível|300 470,59 €
Apoio financeiro da União Europeia|255 400,00 €
Objetivos, atividades e resultados esperados | Proteção, promoção e desenvolvimento do património natural, constituindo os valores ambientais e paisagísticos um fator determinante na qualificação do lugar em causa, através da criação e requalificação de infraestruturas de apoio, áreas de conservação de recursos naturais, trilhos e estruturas de observação. O principal objetivo deste projeto consiste na requalificação do percurso ribeirinho preexistente, na margem esquerda do Rio Sorraia, abrangendo o projeto cerca de 1913m, sendo 610m localizados a montante da ponte Teófilo Trindade, desenvolvendo-se a restante área até à ponte ferroviária. Prevê-se promover o ordenamento das diversas atividades lúdicas e recreativas que já ocorrem ao longo da margem, na faixa compreendida entre os campos agrícolas e o rio, num modelo sustentável de organização territorial, prevendo-se a criação de um novo percurso "Rota da Arte e Agricultura" que vem completar os percursos já existentes "Rota do Sorraia". Pretende-se integrar o espaço na Bienal de Arte de Coruche.


Designação do projeto |Área Empresarial do Sorraia - Zona Industrial do Monte da Barca Norte (1ª fase)
Código do projeto |ALT20-01-0853-FEDER-000066
Objetivo principal |Reforçar a competitividade das pequenas e médias empresas
Região de intervenção |Região do Alentejo
Entidade beneficiária |Município de Coruche
Data da aprovação |14/12/2018
Data de início|01/01/2015
Data de conclusão |31/12/2019
Custo total elegível |2 011 198,45 €
Apoio financeiro da União Europeia |1 709 518,68 €
Objetivos, atividades e resultados esperados | Criação de infraestruturas de acolhimento empresarial num ecossistema favorável ao desenvolvimento de atividades empresariais na região; Atração de investimento contribuindo para o desenvolvimento económico do Concelho; - Localização de novas unidades empresariais; - Relocalização de atividades incorretamente localizadas noutros locais; - Contenção da migração de atividades económicas para outros Concelhos; - Redução da pressão avulsa sobre os solos de melhor aptidão agrícola ou de maior sensibilidade ecológica dispersos pelo Concelho, assim contribuindo para a sua qualificação ambiental.


Designação do projeto |Requalificação do Espaço Público da Frente Ribeirinha - Jardim 25 de Abril e Largo João Felício
Código do projeto | ALT20-04-2316-FEDER-000053
Objetivo principal |Proteger o ambiente e promover a eficiência dos recursos
Região de intervenção |Região do Alentejo
Entidade beneficiária |Município de Coruche
Data da aprovação |18-01-2018
Data de início |30-12-2015
Data de conclusão |31-12-2019
Custo total elegível |1 012 218,48 €
Apoio financeiro da União Europeia |860 385,71 €
Objetivos, atividades e resultados esperados | Concorre para a conclusão do projeto global de intervenção na Frente Ribeirinha de Coruche que reconverte a relação do Centro Histórico com o Rio Sorraia, com dois objetivos distintos: - A intervenção no Jardim 25 de Abril, um jardim fronteiro ao rio, que concorre para o embelezamento cénico da entrada da vila, enquanto importante cartão-de-visita que carece de arranjos urbanísticos e de infraestruturas verdes, melhoramentos de mobiliário urbano e sinalização; - A intervenção no Largo João Felício, o limite sul da Vila de Coruche contribuindo como elemento de espaço público importante para o equilíbrio e qualificação do ambiente urbano, para a coesão urbanística e equilíbrios de utilizações do espaço público que tem sido procurada para o Centro Histórico de Coruche.

 


 

Designação do projeto |Comunicação e Sensibilização no contexto das alterações climáticas em Coruche
Código do projeto |POSEUR-02-1708-FC-00004
Objetivo principal |Promover a adaptação às alterações climáticas e a prevenção e gestão de riscos
Região de intervenção |Região do Alentejo
Entidade beneficiária |Município de Coruche
Data da aprovação |21-03-2018
Data de início |02-03-2018
Data de conclusão |31-01-2020
Custo total elegível |27.294,93 €
Apoio financeiro da União Europeia |Fundo de Coesão - 20.471,20 €
Objetivos, atividades e resultados esperados | consciencializar os vários públicos-alvo, promovendo o conhecimento das vulnerabilidades / riscos associados às alterações climáticas. Pretende-se capacitar para a adaptação, mas também para a ação – mitigação e resiliência. O projeto assenta num conjunto de atividades a serem desenvolvidas junto do público em geral mas também com um enfoque na comunidade escolar e a relacionada com a atividade florestal. Os programas e as atividades que se apresentam têm como base o trabalho desenvolvido no contexto do ClimaAdapt e que se pretende disseminar e orientar para a população. De referir, neste contexto, a possibilidade e importância de acesso a dados abertos sobre a evolução climática (dados em bruto, sem restrições de utilização e em formatos que podem ser facilmente trabalhados por aplicações informáticas, possibilitando posterior divulgação direcionada ou generalizada. No sentido de complementar a Estratégia Municipal de Adaptação Às Alterações Climáticas e dar a melhor resposta possível no sentido da adaptação às alterações climáticas pretende-se atuar no sentido da comunicação e disseminação destes resultados de modo a promover uma melhor adaptação às alterações climáticas.


Designação do projeto|Reabilitação do Edificado do Bairro 23 de Junho
Código do projeto|ALT20-04-4943-FEDER-000027
Objetivo principal|Promover a inclusão social e combater a pobreza
Região de intervenção|Região do Alentejo
Entidade beneficiária|Município de Coruche
Data de aprovação|03-04-2019
Data de início|13-07-2017
Data de conclusão|31-03-2020
Custo total elegível|316 961,18 €
Apoio financeiro da União Europeia|FEDER - 269 417,01 €
Objetivos, atividades e resultados esperados|Constituindo a habitação social uma resposta disponibilizada pelo Estado aos indivíduos mais desfavorecidos, que não possuem rendimentos para adquirir ou arrendar uma habitação aos preços de mercado, é fundamental intervir na requalificação física do Edificado do Bairro 23 de Junho, cujo estado geral se encontra com manifestas carências. Pretende-se e considera-se essencial a melhoria das condições de habitabilidade dos residentes, sendo para o efeito fundamental criar espaços inclusivos, atrativos, seguros e dinâmicos, capazes de: ter um efeito conciliador sobre a população residente; contribuir para a atração de novas pessoas, nomeadamente de população jovem e potenciar uma mais fácil integração das comunidades, nomeadamente de minorias étnicas. Esta operação visa reabilitar uma área de 994,35 m2, correspondente a 7 fogos, no qual residem, na área a intervencionar, 15 habitantes, segundo o último diagnóstico social e irá beneficiar e melhorar o ambiente social e urbano da freguesia do Couço com uma população residente de 2765 residentes.